terça-feira, 25 de setembro de 2007

Exposição de K!m Pr!su

Terminada a exposição de Armando Cadete que teve lugar aqui no Sol durante todo o Verão, veio a tão prometida exposição de pintura de K!m Pr!su, com trabalhos recentes…
Apesar dos trabalhos já estarem instalados há uns diazitos, é nesta quinta-feira, dia 27 pelas 21:00h, que vai acontecer a inauguração com algumas surpresas. É também neste dia que começa a nova temporada das Quintas a Ler, onde se diz poemas e impoesias desditas com neologismos mortos por esmagamento da palavra.
Do K!m Pr!su há sempre muito por dizer

Olha!...
Há ali um atalho com que jogas uns dentro dos outros fora, à procura do ser impensamental.



Romance de mundos


Ao atravessamento – estou já estamos a discutir pintados. Ao divagar-nos – estou já estamos presumíveis nesses encontros, romance de mundos, desse sexo sempre a propósito.
Vê essas sensações. Amas, não amas?
Responde-me outra vez (as vezes que quiseres!), sobre essa rapidez com que os mistérios do quotidiano nos riscam de retratos, resquícios de cosmos, teatro de jogos, bombas de vida e gozo.
Já estás figura! Descansa. Descansa num ataque de família pelo meio, metida num contorno de contos de contornos urbanos de sabor a criança de

Há ali um atalho com que jogas uns dentro dos outros fora, à procura do ser impensamental. Depois, tudo se une pelo mesmo destino de se tornar personagem irracional, nem que seja na maior certeza do discurso dum círculo. Jamais poderás fugir da minha apanha: podes esconder-te, podes desmaterializar-te ou enormizares-te ao ponto dos deuses, mas tens sempre a densidade da minha intuição errática, virás ao ritmo em que eu faço e desfaço os nós e ligo as pontas soltas à cor ou ao desprendimento que me apetecer.


espinalmedula

ESTÃO TODOS CONVIDADOS